Um adolescente britânico acordou de um coma de dez meses sem qualquer conhecimento acerca da pandemia de covid-19, apesar de já ter sido infetado por duas ocasiões.

Joseph Flavill, de 19 anos, foi atropelado em Staffordshire, no Reino Unido, no dia 1 de março de 2020, a pouco menos de três semanas do primeiro confinamento geral decretado no país. Desde então está hospitalizado a recuperar de um traumatismo cranioencefálico.

Em declarações ao jornal britânico The Guardian, a tia de Joseph deu conta da dificuldade em explicar a alguém que tenha estado “a dormir” durante dez meses que, neste momento, o mundo luta contra uma pandemia que matou mais de dois milhões de pessoas.

Não sei por onde começar. Há um ano, se alguém me tivesse contado o que iria acontecer no ano passado, eu acho que não teria acreditado. Não faço ideia como é que Joseph vai compreender o que todos nós passamos”, contou Sally Flavill Smith.

Joseph, apesar de não o saber, já esteve infetado duas vezes com a covid-19 durante a sua recuperação do acidente, tendo acabado recuperar.

A juntar à situação, as atuais regras hospitalares não permitem contacto físico dos utentes com os familiares, restringindo o contacto a chamadas vídeo.

Estamos a tentar manter tudo o mais simples possível, até porque não temos tempo para falar muito sobre a pandemia. Até porque poderia não parecer real, não é verdade? Quando ele realmente puder ter um contacto cara a cara, essa será a oportunidade de realmente tentar explicar-lhe o que aconteceu”, contou.