A agência canadiana de inspecção alimentar anunciou esta terça-feira a descoberta de mais um caso de «doença das vacas loucas», detectada num animal com seis anos, numa quinta na Província de Alberta.

Trata-se do décimo segundo bovino infectado com a BSE (encefalopatia espongiforme), desde a descoberta do primeiro animal contaminado em Maio de 2003, naquela mesma província canadiana.

As autoridades asseguram que nenhuma parte da carcaça do bovino com BSE entrou na cadeia alimentar humana ou animal.

O mesmo organismo indicou que, apesar deste novo caso, será mantido o nível de vigilância e de controlo para impedir a propagação da BSE.