Duas cabeleireiras do mesmo salão norte-americano trabalharam com sintomas de Covid-19 e acabaram por expor 140 clientes à doença, mais os sete colegas de trabalho.

Segundo as autoridades de saúde de Springfield-Greene, no Estado do Missouri, as duas cabeleireiras trabalharam no salão Great Clips desde a segunda semana de maio até à passada quarta-feira. No Missouri, os cabeleireiros e barbeiros tiveram autorização para reabrir após confinamento a 4 de maio. A CNN assinala que não foi revelado quando fizeram o teste à Covid-19 nem qual o estado de saúde das infetadas. 

Tanto os funcionários do estabelecimento como os clientes usavam máscaras, o que terá permitido reduzir o risco de contágio.

Também o facto de o salão manter o registo de clientes permitiu às autoridades tomar medidas para conter um eventual surto. O estabelecimento foi encerrado e está a ser sujeito a uma desinfeção profunda, informaram os proprietários. 

Nos Estados Unidos, já morreram mais de 97 mil pessoas vítimas de Covid-19 e o número total de casos ultrapassa 1,6 milhões.

/ BC