As autoridades moçambicanas capturaram dois leões foragidos de uma área de conservação, que mataram alguns cabritos e assustaram a população no sul do país, anunciaram hoje.

Neste momento está tudo calmo, mas houve pânico para a população nalgumas zonas", disse Gonçalo Fernando, técnico distrital de Atividades Económicas de Moamba, província de Maputo, à Rádio Moçambique.

Durante os últimos dias, os animais danificaram algumas culturas agrícolas e mataram cabritos, um dos animais mais comuns em zonas rurais, referiu aquele responsável.

Os dois leões escaparam de uma área de conservação no posto administrativo de Mapulanguene, em Magude, tendo sido capturados e encaminhados para uma coutada em Marromeu, zona centro do país.

/ LF