Pelo menos 16 pessoas morreram e 119 ficaram feridas num ataque, a segunda-feira, dos talibãs em Cabul, Afeganistão, que fez explodir um camião carregado com explosivos perto de um complexo residencial, informaram esta terça-feira as autoridades afegãs em novo balanço.

O anterior balanço apontava para pelo menos cinco mortos e 50 feridos.

A explosão foi causada por um camião carregado de explosivos", disse o porta-voz do Nasrat Rahimi Ministério do Interior, acrescentando que cinco dos atacantes foram mortos

Este ataque ocorreu perto de Green Village, um complexo de alta segurança no leste da capital frequentado por estrangeiros, afirmou Rahimi.

A poderosa explosão foi ouvida a vários quilómetros de distância e causou danos às residências num raio de um quilómetro, adiantou o porta-voz, acrescentando que a explosão também provocou uma segunda detonação e um incêndio num posto de gasolina próximo.

Os talibãs reivindicaram o ataque, explicando que utilizaram uma viatura para ultrapassar as barreiras de segurança, o que permitiu a entrada no local de vários “suicidas fortemente armados”.

Dezenas de estrangeiros morreram e ficaram feridos", disse o porta-voz dos talibãs, Zabihullah Mujahid, em comunicado, acrescentando que o ataque vai continuar no "ninho de invasores estrangeiros".

O ataque na capital do Afeganistão ocorreu no mesmo dia em que o representante especial dos Estados Unidos para a Paz, Zalmay Khalilzad, apresentou ao Governo de Cabul o projeto de acordo com os talibãs, após vários meses de negociações no Catar.