Uma cadela foi deixada acorrentada durante cinco anos, numa casa abandonada no Missouri, Estados Unidos, depois de o seu dono ter sido assassinado.

Treya permaneceu todo esse tempo acorrentada debaixo de uma varanda. Ao longo dos anos, os vizinhos foram-lhe dando água e comida. Só que, há uns meses, a corrente foi ficando tão apertada que acabou por ferir a pata de Treya.

A dor e o desespero foram tão grandes que a cadela acabou por roer a própria pata, de forma a libertar-se.

Só então os vizinhos chamaram as autoridades, que por sua vez contactaram um abrigo local, o Stray Rescue, para levarem Treya, a acolherem e reabilitarem.

Além de ter roído a pata, o abrigo descobriu que Treya tinha também vermes no organismo e graves infeções na pele, segundo confirmou Randy Grim, fundador do Stray Rescue.

Grim garante que a cadela já se encontra em tratamento e a viver com uma família de acolhimento, para que aprenda de novo a socializar-se com humanos e com outros cães. 

É uma história horrivelmente trágica, mas com um final surpreendente", disse Grim ao jornal St Louis Post Dispatch 

Depois de finalizados os tratamentos, o abrigo espera angariar dinheiro para uma prótese, que deverá custar cerca de 3 mil dólares, cerca de 2.700 euros.

Sem explicação continua o facto pelo qual os vizinhos não contactaram as autoridades ao longo de cinco longos anos. Randy Grim, do Stray Rescue, lança, contudo, o apelo para que no futuro as pessoas não hesitem em reportar estes casos às autoridades.

Reveja a história de Treya no vídeo abaixo:
 

/ SP