Entre os 39 vietnamitas encontrados mortos a 23 de outubro no interior de um camião no Reino Unido estavam 10 adolescentes, sendo os mais jovens dois rapazes com 15 anos, anunciou esta sexta-feira a polícia britânica.

As autoridades divulgaram a lista de vítimas do que se acredita ser um dos piores casos de tráfico humano no país.

Este foi um processo incrivelmente importante e a nossa equipa tem trabalhado arduamente para conseguir responder às famílias preocupadas que temem que os seus entes queridos estejam entre aqueles cuja jornada trágica terminou nas nossas costas [do litoral]", disse o chefe adjunto da polícia, Tim Smith.

Segundo a mesma fonte, a prioridade das autoridades "tem sido identificar as vítimas, preservar a dignidade das pessoas que morreram e apoiar os [seus] amigos e familiares".

Os 39 migrantes eram provenientes de sete províncias do Vietname, 20 dos quais de Nghe An, a única província da região centro do país.

As autoridades do Reino Unido têm trabalhado com a polícia do Vietname e com o médico legista para identificar os corpos encontrados num contentor de um camião na zona do Parque Industrial de Waterglade em Grays (condado de Essex), a leste de Londres.

A polícia britânica pensou inicialmente que as 39 pessoas encontradas no interior do contentor do camião eram chinesas, mas entretanto essa informação foi corrigida e as autoridades anunciaram que todas as vítimas, entre as quais oito mulheres e 31 homens, eram de nacionalidade vietnamita.

Nos últimos dias, foram recolhidas amostras de ADN de várias famílias oriundas do Vietname que relataram o desaparecimento de familiares, suspeitando que estes teriam tentado entrar clandestinamente no Reino Unido e que poderiam constar entre os corpos encontrados no interior do camião.