Os jogadores da seleção da Guiné-Bissau assumiram que não vão subir ao relvado este sábado, para defrontar a Namíbia caso não recebam os prémios em atraso e o reembolso de despesas pessoais, noticia a agência Lusa.

Os jogadores não treinaram quer na passada quarta-feira e quer esta quinta-feira, sendo provável que não disputem o encontro a contar para a fase de qualificação da Taça das Nações Africanas.

Em caso de falta de comparência ao duelo com a Namíbia, a Guiné-Bissau vai ser desclassificada e banida das competições africanas, para além da multa que terá que pagar, de acordo com um elemento dos «djurtus».

«Se isso acontecer, seria uma enorme tristeza para todos nós», lamentou o elemento da seleção guineense.

Os jogadores da Guiné-Bissau reclama o pagamento do prémio relativo ao jogo da última CAN, frente ao Gabão. Além desse prémio, os atletas exigem que os subsídios relativos aos vários amigáveis realizados e que as despesas pessoais sejam pagas pela federação.

Recorde-se que esta não é a primeira vez que a tal situação acontecesse na Guiné-Bissau. Antes da participação na CAN, precisamente pelos mesmos motivos, ameaçaram não comparecer aos jogos.

Alheia a tudo isto está a seleção da Namíbia que já se encontra em Bissau desde terça-feira a preparar o desafio do próximo sábado.