Uma fotografia do primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, a utilizar maquilhagem para escurecer a pele foi revelada pela revista Time. A fotografia é de 2001 e foi tirada durante uma festa com o tema “Noites Árabes” numa escola privada onde Trudeau foi professor.

Justin Trudeau, que está em campanha para a reeleição, confirmou que a fotografia é real e que ele estava mascarado de Aladino.

É algo que não deveria ter feito há tanto tempo atrás”, disse o primeiro-ministro do Canadá. "Foi algo que achei que não era racista na altura, mas agora reconheço que foi uma ação racista, estou verdadeiramente arrependido.”

A fotografia apareceu no anuário de 2000-01 da academia West Point Grey, em Vancouver, e foi encontrada por um empresário de Vancouver que a viu em julho e achou que devia ser tornada pública, revela a revista Time.

Vou pedir aos canadianos que me perdoem, acrescentou Trudeau.

A fotografia mostra Trudeau vestido com um turbante e com a cara, pescoço e mãos escurecidas com maquilhagem.

Esta não foi a primeira vez que Trudeau usou maquilhagem para escurecer a pele, afirmando aos repórteres a bordo do avião da campanha que também se mascarou identicamente quando tocou uma versão da música "Banana Boat Song (Day-O)",de Harry Belafonte, durante um espectáculo de talentos.

  

Líder do partido liberal do Canadá desde 2013, Justin Trudeau está a lutar pela reeleição nas eleições que decorrem no próximo mês.

A Global News publicou esta quinta-feira um curto vídeo onde Trudeau é visto a acenar com a cara, braços e pernas escurecidas. Um membro da campanha do primeiro-ministro confirmou a autenticidade do vídeo.

Uma grande parte dos canadianos são de descendência sul-asiática e do Médio Oriente. No seu governo, o primeiro-ministro tem quatro políticos da comunidade Sikh.

Jagmeet Singh, o líder do New Democratic Party e membro da comunidade Sikh, disse ao New York Times que a máscara que o primeiro-ministro usou foi “insultuosa” e sugeria que Trudeau não se comporta em privado como se comporta em público.

Durante uma visita de estado à Índia este ano, Trudeau foi ridicularizado por se vestir com seda e bordados de ouro e calçar sapatos vermelhos e pontiagudos. Embora este gesto tenha tido como intenção mostrar respeito pela cultura indiana, foi visto no Canadá como um ato ridículo.

O primeiro-ministro do Canadá defendeu quando assumiu o cargo que iria fazer dos problemas indígenas uma prioridade.

 
/ Henrique Magalhães