Um homem de 48 anos terá mantido uma mulher em cativeiro durante cinco anos na Carolina do Norte. De acordo com a CNN, Salvador Espinoza Escobar foi detido na passada quarta-feira e é acusada de tráfico humano.

Segundo a polícia do Condado de Randolph, em Asheboro, o alerta foi dado pela Linha Nacional de Dicas sobre Tráfico Humano de que o suspeito tinha uma escrava sexual e privava-a dos bens para satisfazer as "necessidades básicas em troca de atos sexuais forçados desde janeiro de 2015".

“[Eles] Sentiram que as coisas não estavam corretas e telefonaram”, contou o coronel Aundrea Azelton ao site Oxygen, acrescentando que o suspeito "não dava comida à vítima se ela não tivesse relações com ele".

Salvador Espinoza Escobar

Espinoza Escobar foi detido sem incidentes e compareceu a tribunal na sexta-feira, tendo saído em liberdade sob fiança.

Até ao momento, não foi dada qualquer informação sobre a identidade da vítima ou sobre a sua condição de saúde para proteção e privacidade. Sabe-se apenas que está a receber tratamento hospitalar e que se trata de uma mulher adulta.

As autoridades revelam que o caso continua sob investigação.