Um pastor norte-americano que vive numa mansão paga pela igreja está debaixo de fogo depois de ter oferecido à mulher um Lamborghini no valor de cerca de 200.000 dólares (cerca de 176.000 euros).

John Gray vive com a mulher, Aventer, numa mansão no valor de 1,8 milhões de dólares (cerca de 1,6 milhões de euros), que é paga pela igreja de Greensville, no estado norte-americano da Carolina do Sul.

Como presente de aniversário, o líder da Relentless Church, decidiu oferecer à mulher um Lamborghini no valor de 200.000 dólares (cerca de 176.000 euros).

Mas a prenda extravagante gerou um rol de críticas e obrigou o pastor a defender-se no Facebook. Gray garantiu que, desta vez, não houve nenhum financiamento por parte da igreja.

Eu quero deixar claro que nem um cêntimo desta igreja, da Relentless Church, foi utilizado para pagar o presente que ofereci à minha mulher. E isso é a única coisa que importa, a única. Porque sei que vocês também sabem que há quem utilize o dinheiro da igreja para fazer coisas erradas."

Gray garantiu que o dinheiro para comprar o carro resultou das receitas de "O livro de John Gray", uma rubrica que teve no programa de Oprah Winfrey. 

O pastor revelou que o automóvel ainda não está pago na totalidade.

A mulher do pastor recorreu também às redes sociais em defesa do marido: "Ele é um homem trabalhador, trabalhou toda a vida para abençoar a sua esposa". 

Não vejo ninguém a gritar sobre o que é que os jogadores de basquetebol fazem ao dinheiro, enquanto nós pagamos para os ver jogar em arenas e em campos. Nós não vivemos para as pessoas! Nós vivemos para Deus!", acrescentou Aventer. 

Relativamente ao facto de a igreja ter pago a mansão onde vive o casal, Travis Hayes, o diretor financeiro da Relentless Church, disse, num comunicado enviado ao Greenville News, que "esta é uma prática comum no país". Hayes afirmou que a propriedade pertence à igreja e que uma compra deste tipo "não é nada de novo"