A vida de Meghan Markle mudou por completo depois de ter casado com o príncipe Harry e de ter integrado a família real britânica. Michelle Obama, a antiga primeira-dama norte-americana, sabe bem como é viver debaixo de holofotes e pressões, pelo que partilhou, numa entrevista, o exemplo da sua chegada à Casa Branca para dar conselhos a duquesa de Sussex. Entre eles, que deve tirar algum tempo para si e não ter pressa em começar a trabalhar”.

Mesmo não tendo pertencido à casa real britânica, Michelle identifica-se com Meghan e com a grande mudança por que está a passar.

Assim como eu, provavelmente a Meghan nunca sonhou que teria uma vida como esta, e a pressão que sentimos – nossa e dos outros – às vezes pode ser demasiada”, começou por dizer a ex-primeira-dama dos EUA em entrevista à revista Good Housekeeping.

 

“Então, o maior conselho que posso dar é para relaxar e não ter pressa para fazer nada”, acrescentou.

Michelle Obama revelou ainda que, nos primeiros meses como primeira-dama, preocupou-se principalmente com as filhas e em fazer novos amigos.

Passei os primeiros meses na Casa Branca a preocupar-me com as minhas filhas, a garantir que teriam um bom recomeço na escola e a fazer novos amigos, antes de me lançar em qualquer trabalho mais ambicioso."

Durante os oito anos que morou na residencia oficial da Presidencia norte-americana, a mulher de Barack Obama lançou várias iniciativas focadas na saúde e na nutrição das crianças. 

Há tanta oportunidade para fazer o bem (...), acho que Meghan pode maximizar o seu impacto nos outros se fizer algo com que se identifica”.

Desde que se juntou à família real, a duquesa de Sussex já lançou um livro de receitas solidário para ajudar as vítimas do incêndio de Grenfell.