Quando às 12:00, Meghan Markle saiu do Rolls Royce Phanton IV em frente à Capela de São Jorge tinha em si milhões de olhos ansiosos por a ver. O vestido de noiva era o segredo mais bem guardado do casamento real e a expetativa para o ver aumentou assim que foi divulgado que se tratava de um modelo da Givenchy assinado por Clare Waight Keller.

Branco, simples, sem bordados, nem rendados, o vestido de Meghan Markle mostrou-se discreto. Desenhado pela primeira mulher a assumir a direção artística da marca francesa Givenchy, o vestido em forma de A tinha como principal foco o decote à barco - que enquadrava os ombros da noiva e enfatizavam a sua cintura - e as mangas a três quartos. 

Estima-se que o vestido tenha custado cerca de 100 mil libras (cerca de 114 mil euros) e será pago pela noiva.

"É uma verdadeira honra ter a honra de colaborar de perto com Meghan Markle para uma ocasião tão especial. Queríamos criar uma peça intemporal que enfatizasse os icónicos códigos da Givenchy ao longo da história, bem como transmitir modernidade através de linhas elegantes e cortes acentuados. Em contraste, a delicada beleza floral do véu era uma visão que Meghan e eu compartilhávamos, um gesto especial abraçando a flora da comunidade, subindo a circunferência do tule de seda", afirmou a criadora num comunicado partilhado pelo Palácio de Kensington.

Veja também: O poder do amor: príncipe Harry e Meghan Markle já são marido e mulher

A cereja no topo do bolo ou, neste caso, a tiara da rainha Maria, emprestada pela rainha Isabel II à noiva do príncipe Harry. Com um broche no centro, a tiara feita de platina e diamantes, segurava o longo véu com 53 rosas - que representavam os países da Commonwealth - bordadas à mão e complementava o look de Meghan Markle.

A finalizar o visual da noiva, as jóias que, tal como o vestido, foram discretas. Nas orelhas, Meghan usou uns diamantes Cartier e uma pulseira da qual ainda não se sabe a marca. Um look discreto e aplaudido por muitos fãs da família real britânica.

Depois da cerimónia e da receção em St. George's Hall, Meghan Markle trocou de vestido para a festa privada. À saída para o jantar na Frogmore House, a duquesa de Sussex usava um vestido branco com gola alta, mas com os ombros à mostra - graças ao apanhado de George Northwood -, desenhado por Stella McCartney.

Na mão, uma homenagem à princesa Diana, a mãe do príncipe Harry. Meghan wore Diana's stunning emerald cut aquamarine ring to her evening wedding reception at Frogmore House. À saída do Castelo de Windsor, Meghan foi fotografada com o anel aquamarine usado por Diana em várias ocasiões. Acredita-se que terá sido um presente de Harry para a noiva e (mais) uma forma de assegurar que a memória da mãe esteve presente neste dia tão especial para si.  

Meghan Markle com um vestido assinado por Stella McCartney

Kate não ofuscou Meghan

Conhecida pelas suas escolhas irrepreensíveis, Kate Middleton foi a segunda pessoa por quem mais se aguardou no casamento deste sábado. A opinião pública tinha medo que a duquesa de Cambridge ofuscasse a futura cunhada e, talvez por isso, a mulher do príncipe William optou por um look discreto e nada desconhecido da opinião pública. 

O vestido de seda em tom bege da casa Alexander McQueen escolhido por Kate para o casamento do cunhado já tinha sido a sua escolha, por exemplo, em 2015 para o batizado da filha, a princesa Charlotte.

Desta vez, a duquesa optou por complementar o look com um chapéu desenhado por Philip Treacy, uns sapatos Jimmy Choo, e o cabelo solto. 

O vestido já tinha sido usado por Kate na Trooping da Colour, em 2016, e numa visita oficial à Bélgica, em 2017.

As quatro vezes que Kate usou o vestido Alexander McQueen