Travis Campbell não foi vacinado e lamenta essa decisão. Desde que foi internado com covid-19, num hospital em Virgina, nos Estados Unidos, tem feito pequenos vídeos diários a relatar a sua luta contra o vírus na sua página de Facebook. Deitado na cama e a pensar no futuro, e em tudo o que pode perder, deixou um pedido especial e emocionado ao filho de 14 anos, escreve a CNN.

Toda a família testou positivo para a covid-19, mas tiveram sintomas ligeiros. Travis Campbell luta pela vida no hospital desde o fim de julho, onde está a receber oxigénio. Todos os dias grava um pequeno dia e relata a montanha russa em que vive: uns dias melhora, outros piora.

Uma das coisas que já lamentou foi o facto de não ter sido vacinado, escreve a CNN. Deitado na cama do hospital, Travis Campbell também tevre tempo de pensar na vida e em tudo o que pode perder. Com medo de não sobreviver e, um dia, não poder levar a filha – de 19 anos - ao altar, deixou um apelo emotivo ao filho de 14 anos.

“Liguei ao meu filho de 14 anos… pedi-lhe permissão para se eu não voltasse a casa, ele podia levar a irmã ao altar do nia do seu casamento”, confessa noutro vídeo.

Nos primeiros dias, conseguia falar, mas depois foi piorando e era visível a dificuldade em gravar as mensagens. Ele e a mulher tiveram mesmo que discutir se autorizavam os médicos a ligá-lo a um ventilador. Parecia-lhe que não iria haver amanhã.

“Estraguei tudo (…) Não levei a vacina… Foi um erro, eu admito”, afirmou num dos vídeos que tem divulgado.

Em declarações à CNN, Travis Campbell e a mulher explicaram porque a família não foi vacinada.

“No início de 2020, a equipa de basketball da minha filha ficou toda doente e com os mesmos sintomas. Achámos que tinhamos tido a doença”, contou, sem explicar se tinham ou não feito algum teste.

Recorde-se que o Centro de Prevenção e Controlo de Doenças norte-americano, tal como o Europeu, aconselha a vacinação, mesmo que a pessoa já tenha sido infetada com covid-19.

Além disso, o facto de viverem numa zona rural e terem contato com poucas pessoas, levou-os a acreditar que não corriam muitos riscos.

“Não consigo respirar. Estou a afogar-me. Sinto-me como um peixe fora de água”, afirmou à CNN, descrevendo o que sentia fisicamente. Travis Campbell apelou ainda a que todos se vacinassem.

Redação / PP