A maioria dos deputados do parlamento da Catalunha abandonou esta sexta-feira a sala no momento em que o Vox, partido de extrema-direita, fez a investidura.

Parlamentares do ERC, do Junts (partido que preside ao parlamento), da CUP, do Cataluna y en Comú Podem e alguns do PSC levantaram-se, deixando a sala praticamente vazia. O momento foi registado pelas câmaras do jornal La Vanguardia.

O presidente do grupo parlamentar do Vox, Ignacio Garriga, que realizou a primeira intervenção do partido na câmara catalã, condenou esta ação, reinvindicando a "unidade nacional".

Alguns deputados da CUP foram mais longe, deixando cartazes com nomes de vítimas do tempo do fascismo de Francisco Franco nas cadeiras vazias.

Numa altura em que muitas forças independentistas ganham força na Catalunha, o Vox chegou à região contra a medida, sendo mal visto por muitos dos partidos. 

Ignacio Garriga lembra que mais de 200 mil catalães votaram no partido.

António Guimarães