A família de Joe Biden só se vai mudar para a Casa Branca em janeiro e com eles vão levar os dois companheiros de quatro patas - Champ e Major. Dois pastores alemães, sendo que um deles foi resgatado de um canil, tornando-se, assim, no primeiro animal de estimação adotado na Casa Branca. 

Antes de Biden, só Lyndon B. Johnson, 36º presidente dos Estados Unidos, teve um cão resgatado das ruas, que lhe tinha sido dado pela filha como presente. 

Ao que a CBS News conseguiu apurar, Joe Biden adotou Major em Novembro de 2018, na associação Delaware Humane, em Wilmington, depois da filha Ashley ter visto uma publicação nas redes sociais sobre uma ninhada. 

Já Champ foi oferecido ao democrata após as eleições de 2008 e veio de um criador de pastores alemães.

De todos nós, o Champ é quem vai ter mais dificuldade em deixar este lugar", disse Jill Biden ao Washington Post, em 2017, quando se preparava para deixar a residência do vice-presidente. 

Ao longo da campanha para as presidenciais dos Estados Unidos, os dois animais foram sendo apresentados em algumas publicações no instagram de Joe Biden e da mulher.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Build Bark Better. Happy #NationalDogDay

A post shared by Dr. Jill Biden (@drbiden) on

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Just leaving Iowa—can’t wait to see Champ and Major tonight!

A post shared by Dr. Jill Biden (@drbiden) on

Este é mais um pormenor que o distinguia do rival Donald Trump, que foi o primeiro presidente, desde 1897, a não ter um animal de estimação durante a presidência. O ano passdo, num comício no Texas, alegou que não tinha tempo para tratar de um cão. 

Recorde-se que Barack Obama também tinha dois cães de água portugueses: Bo e Sunny.

Cláudia Évora