O Reino Unido baixou o nível de ameaça terrorista no país de "crítico" para "severo", o segundo mais alto possível, anunciou, este sábado, a primeira-ministra britânica.

Theresa May justificou que as investigações da polícia - nomeadamente a detenção de 11 pessoas por suspeitas de ligações ao atentado de segunda-feira - permitem baixar o nível de alerta, ainda que mantenha o aviso à população para permanecer vigilante.

O nível de alerta 'severo' significa que um ataque terrorista é altamente provável", afirmou.

 

O nível de ameaça tinha sido elevado para o máximo no dia seguinte ao atentado.

 

Bairro evacuado e mais duas detenções em Manchester

Durante a manhã, a polícia de Manchester evacuou um bairro de Moss Side, próximo do centro da cidade, enquanto procedeu a buscas numa residência, no âmbito da investigação do atentado de segunda-feira.

Na conta oficial de Twitter, a polícia de Manchester informou que se tratou de uma medida de “precaução” e agradeceu a colaboração de todos os moradores.

Durante a madrugada, as autoridades realizaram uma explosão controlada para entrar numa casa em Cheetham Hill. Segundo o The Guardian, foram detidos dois homens, irmãos, com idades entre os 20 e os 22 anos.

São já 11 o número de suspeitos sob custódia da polícia britânica, depois do atentado suicida junto à Manchester Arena, após um concerto de Ariana Grande. 22 pessoas morreram e 75 ficaram feridas.