O Papa Francisco casou, esta quinta-feira, dois assistentes de bordo durante um voo com destino a Iquique, no Chile. Juntos há sete anos, o casal decidiu aceitar a proposta do Papa e casar pela Igreja. 

Paula Podest Ruiz, de 39 anos, e Carlos Ciuffardi Elorriga, de 41, são dois assistentes de bordo que tiveram a oportunidade de casar em pleno voo - que fazia a ligação de Santiago para Iquique - com uma bênção especial. 

O casal em questão casou pelo civil há sete anos, têm já duas filhas, mas sempre desejaram uma união religiosa. Marcaram uma data para casar pela igreja, mas nunca chegaram a fazê-lo, já que nesse mesmo dia a capital chilena, Santiago, sofreu um terramoto que danificou algumas partes da cidade.

Perante o sucedido, o casal decidiu adiar o matrimónio até ao dia de hoje. Assim que o líder da Igreja Católica - que ia no mesmo avião -  soube da história deste casal decidiu casar Paula e Carlos em pleno voo, escolhendo o chefe da companhia aérea como testemunha. 

A notícia foi partilhada no Twitter pelo padre Antonio Spadaro, que se encontrava a acompanhar a comitiva do Chefe de Estado do Vaticano. 

Esta é a primeira cerimónia matrimonial realizada por um Papa, a bordo de um avião, em pleno voo", lê-se na publicação de Spadaro.

/ AA