Dois astronautas chineses deram este domingo um primeiro passeio no espaço, a partir da nova estação da China, para trabalhar na instalação de um braço robótico de 15 metros de comprimento.

A televisão estatal chinesa mostrou Liu Boming e Tang Hongbo a sair, enquanto a Terra passava por baixo deles. O terceiro membro da tripulação, o comandante Nie Haisheng, permaneceu no interior da estação.

Os astronautas chegaram a 17 de junho à nova estação espacial chinesa para uma missão de três meses a bordo, parte de um ambicioso programa espacial que já fez aterrar um veículo não tripulado de exploração em Marte, em maio.

Estas missões surgem quando o Partido Comunista da China assinala o 100.º aniversário da fundação.

O primeiro módulo da estação, Tianhe, ou Harmonia Celestial, foi lançado em 29 de abril. Seguiu-se uma nave espacial automatizada com alimentos e combustível. Liu, Nie e Tang chegaram a 17 de junho a bordo de uma cápsula Shenzhou.

Liu e Tang estão a completar a instalação de um braço robótico que vai ser utilizado para montar o resto da estação, de acordo com os meios de comunicação estatais.

A televisão estatal chinesa indicou que os fatos espaciais foram concebidos para permitir trabalhar no espaço até seis horas, se necessário.

A agência espacial chinesa tem previsto um total de 11 lançamentos até ao final do próximo ano para adicionar mais dois módulos à estação de 70 toneladas.

/ AG