A cidade de Wuhan, na China, onde teve início o surto do novo coronavírus, diz estar livre da Covid-19, depois dos últimos doentes terem tido alta hospitalar.

No mesmo sentido, e pela primeira vez desde dezembro de 2019, a cidade chinesa não detetou nenhum caso de infeção em 24 horas.

“Com os esforços conjuntos de Wuhan e da assistência médica concedida à província de Hubei, todos os casos de Covid-19 em Wuhan ficaram resolvidos a 26 de abril”, afirmou a Comissão Nacional de Saúde.

A notícia acontece após um pesadelo de quatro meses na cidade, onde a doença foi detetada pela primeira vez em dezembro. O pico foi atingido no dia 18 de fevereiro, com quase 40 mil pessoas infetadas, perto de 10 mil estavam em estado grave.

O último doente a ter alta do Hospital de Wuhan foi um homem de 77 anos, que após um longo período de internamento registou dois testes com resultado negativo.

“Senti muita falta da minha família”, disse este paciente ao Changjing Daily.

A cidade com 11 milhões de pessoas esteve submetida a fortes restrições desde o final de janeiro, de forma a combater a propagação do novo coronavírus.

No entanto, o risco permanece em alguns doentes que testaram positivo para a doença, mas que não apresentam quaisquer sintomas.

Lara Ferin