Depois de meses de bloqueio em Wuhan, os locais puderam finalmente voltar a sair à rua. A cidade que foi o epicentro da pandemia de Covid-19 na China parece agora ter controlado o surto, tendo aliviado as medidas de contenção a que estavam sujeitos todos os que se encontravam na cidade. 

No primeiro dia sem bloqueio em Wuhan, foram muitos os que quiseram sair da cidade onde tinham ficado retidos pelas medidas implementadas pelo governo chinês. Mas houve outros que decidiram celebrar o fim do confinamento obrigatório de forma mais original e optaram por dar o nó. 

Segundo a CNN, que cita fontes da imprensa local, os serviços de registo civil reabriram ainda na sexta-feira passada e, desde segunda-feira passada, houve um aumento de 300% no tráfego do site, com muitas queixas nas redes sociais de internautas que não conseguiam aceder para dar início ao processo de casamento.

Porém, a imprensa chinesa assinala que ainda não é possível saber se este pico de casamentos em Wuhan vai repetir-se noutras regiões do país, e que a subida das uniões foi antecedida por um pico semelhante mas de divóricos, que alegadamente se deve à pressão do isolamento das famílias.

Bárbara Cruz