Uma fotografia do embaixador chinês no Quiribati a caminhar sobre as costas dos habitantes locais acendeu o debate sobre a influência crescente da China no Pacífico.

O momento foi captado durante uma tradicional cerimónia de boas-vindas e está a gerar polémica também no que diz respeito à interpretação externa dos costumes locais.

O episódio aconteceu quando o embaixador chinês Tang Songgen visitou a ilha de Marakei, no início do mês de agosto, refere o The Guardian.

A fotografia, tirada à chegada, mostra o embaixador a caminhar por cima das costas de jovens rapazes, que se tinham deitado no chão, à sua frente. Tang Songgen é amparado por duas mulheres em trajes tradicionais.

Embora nas redes sociais muitos tenham argumentado que a imagem representa a crescente influência da China na nação insular, muitos naturais do Quiribati argumentaram que a prática é tradicional e a foto foi "intencionalmente mal interpretada."

O governo do Quiribati esteve no centro de uma controvérsia, ao mudar, de forma repentina, a sua aliança diplomática de Taipé para Pequim, em setembro do ano passado.

Rafaela Laja