O Instituto de Virologia de Wuhan desmentiu este domingo as suspeitas dos Estados Unidos que apontam este laboratório como fonte do novo coronavírus e de ser responsável pela pandemia de Covid-19 que já fez mais de 160 mil mortos.

Depois de o presidente dos EUA, Donald Trump, ter avisado no sábado a China para as possíveis consequências se for provada a responsabilidade do país na disseminação do SARS-CoV-2, o diretor do laboratório, Yuan Zhiming, referiu em entrevista ao canal de televisão CGTN que as acusações foram feitas “sem provas” e “para enganar as pessoas”.

É impossível que este vírus venha daqui”, afirmou Zhiming, citado pela agência AFP.

De acordo com a maioria dos cientistas, o novo coronavírus foi provavelmente transmitido ao homem por um animal em dezembro, associando-se a esta hipótese a existência de um mercado em Wuhan – a poucos quilómetros do Instituto de Virologia - que alegadamente vendeu animais selvagens vivos.

. / Publicado por Henrique Magalhães Claudino