Dezasseis pessoas morreram este domingo numa mina de carvão no sudoeste da China devido a níveis excessivamente elevados de monóxido de carbono, disseram as autoridades e os meios de comunicação social estatais.

Segundo o governo municipal de Chongqing, um total de 17 pessoas ficaram presas na mina. Uma delas foi levada para um hospital, mas as outras não mostraram sinais de vida.

De acordo com a agência noticiosa oficial China News, uma correia transportadora na mina incendiou-se nas primeiras horas da manhã, causando uma fuga de monóxido de carbono com níveis perigosos.

Assim que a catástrofe foi anunciada, cerca de 100 profissionais de salvamento foram enviados para o local, disseram as autoridades do distrito de Qijiang, que anunciaram uma investigação ao sucedido.

A China, o maior produtor mundial de carvão, é palco frequente de acidentes mortais com minas, devido ao incumprimento de regulamentos de segurança.

/ AG