Uma pintura do norte-americano Edward Hopper, Chop Suey, foi arrematada num leilão, em Nova Iorque, por cerca de 92 milhões de euros. É um valor recorde para uma obra daquele artista vendida em leilão.

De acordo com vários órgãos de comunicação social internacionais, Chop Suey, pintado em 1929, que retrata duas mulheres a conversar à mesa de um restaurante. Foi um dos 91 quadros do espólio do empresário norte-americano Barney Ebsworth, que morreu em abril, e que foi a leilão na terça-feira, na leiloeira Christie’s.

O quadro tinha um valor estimado entre cerca de 62 milhões e 89 milhões de euros. Foi comprado pelo empresário em 1973, por cerca de 160 mil euros.

No mesmo leilão foi estabelecido um novo recorde, desta vez para o pintor holandês Willem de Kooning, cuja obra “Woman as Landscape”, pintada na década de 1960, atingiu perto de 61 milhões de euros.

A coleção de Barney Ebsworth foi descrita pela Christie’s como “representativa da ascensão da arte norte-americana ao longo do século 20”, com uma variedade de estilos, do cubismo à abstração.

Os 91 quadros a leilão estavam avaliados em cerca de 311 milhões de euros.