Uma criança de cinco anos que chegou recentemente à Polónia vinda de Cabul morreu depois de comer cogumelos venenosos. O irmão do menino, com seis anos, também ingeriu os cogumelos, encontrando-se em estado grave.

Os dois rapazes foram admitidos no hospital na passada semana, em conjunto com a irmã de 17 anos, que entretanto teve alta.

Os cogumelos venenosos foram colhidos e comidos pelas crianças durante um passeio em família. O tipo de cogumelo é conhecido como cicuta-verde, e apresenta-se com um chapéu claro com tom esverdeado. Também pode ser conhecido pelos nomes amanita ou chapéu-da-morte.

A família apanhou os cogumelos perto do campo de refugiados onde vive, perto da capital polaca, Varsóvia.

O rapaz de seis anos acabou por ser submetido a um transplante de fígado, mas os danos causados no cérebro são significantes, pelo que a criança continua em risco de vida.

Os pais das crianças encontram-se a receber assistência psicológica, já depois de terem sido tratados por também terem ingerido os cogumelos.

António Guimarães