Na noite de terça-feira, os líderes dos países que fazem parte da NATO foram recebidos no Palácio de Buckingham, já que a cimeira da Aliança Atlântica decorre por estes dias em Londres.

Na ocasião estiveram presentes, entre outros - nomeadamente António Costa - Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá, Emmanuel Macron, presidente francês, e Boris Johnson, o primeiro-ministro britânico, e os três conversaram animadamente com a princesa Anne, filha da rainha Isabel II. 

Alguns momentos desta conversa foram gravados por uma das câmaras no local e difundidos numa versão editada pela estação canadiana CBC, depois de serem divulgados no Facebook pela agência russa Sputnik News. 

A dada altura, o primeiro-ministro britânico questiona Macron pelo seu atraso, e Justin Trudeau intervém dizendo que o presidente francês se atrasou por causa de uma conferência de 40 minutos, referindo-se provavelmente à conversa de quase uma hora que Donald Trump teve com os jornalistas, sem ter em conta os protocolos da cimeira, 

As imagens mostram ainda, momentos depois, Justin Trudeu a dizer ao grupo, que nesta altura já contava também com o primeiro-ministro holandês Mark Rutte: "Viu-se a equipa dele a deixar cair o queixo no chão". 

Nenhum dos intervenientes na conversa parece saber que está a ser filmado. O episódio é mais um numa cimeira polémica, marcada pelas divergências: Macron já acusou a Turquia de conspirar com grupos próximos do Estado Islâmico e antes dissera que a NATO está em "morte cerebral", declarações que foram consideradas por Trump como "muito, muito desagradáveis".

/ BC