Cirurgiões australianos vão tentar separar duas gémeas siamesas que nasceram no Butão há 14 meses, unidas pelo abdómen e pelo tórax, noticiaram hoje os media da Austrália.

Nima e Dawa Pelden vão chegar na terça-feira à cidade de Melbourne, onde serão depois operadas por uma equipa de seis cirurgiões e vários enfermeiros especializados, no Royal Infantile Hospital, segundo o canal 9 da televisão local.

As gémeas nasceram no dia 13 de julho do ano passado por cesariana numa região remota do Himalaia do Butão e são as primeiros siamesas conhecidos neste pequeno país.

Ainda não se sabe qual será a data para a operação, que será feita graças à arrecadação de fundos pela organização Children First Foundation. De acordo com o canal 9, a operação vai custar cerca de 300 mil dólares (259 mil euros).