Donald Trump, o presidente dos EUA, publicou um tweet sarcástico na manhã desta terça-feira, dirigido a Greta Thunberg, a ativista climática de 16 anos.

No comentário, ao qual juntou o excerto do discurso da jovem sueca na Cimeira do Clima, Trump escreveu: “Parece uma jovem muito feliz que ambiciona um futuro maravilhoso. Tão bom de se ver!”

Em Nova Iorque, Trump e Greta cruzaram-se por breves instantes, quando o presidente dos Estados Unidos estava a entrar para uma reunião sobre liberdade religiosa. Donald Trump decidiu não participar na Cimeira do Clima que decorreu no mesmo dia.

Observando Trump a passar por ela, a expressão de Greta captou a atenção do candidato democrático à presidência norte-americana, Julián Castro, que, no Twitter, se manifestou solidário.

“Penso que muitos de nós conseguem rever-se [naquele olhar]”, escreveu

I think a lot of us can relate.

pic.twitter.com/NgOqVZ3Ym6

— Julián Castro (@JulianCastro) September 23, 2019

A ativista sueca disse aos líderes mundiais na cimeira das Nações Unidas que não são “maduros o suficiente para serem frontais".

"Estão a falhar-nos. Mas os jovens estão a começar a entender a vossa traição.”

Com os olhos em lágrimas, Greta Thunberg continuou.

 “Vocês roubaram-me os sonhos e a minha infância com as vossas palavras vazias. Os olhos de todas as futuras gerações estão postos em vocês. Se escolherem falhar-nos, nunca vos vamos perdoar. Não vos vamos deixar sair impunes. Aqui e agora é onde nós fixamos o limite”, afirmou a ativista que começou o movimento global School Strike.

Greta Thunberg inspirou milhões de pessoas em todo o mundo - especialmente jovens - a participarem na Greve Global Climática e a exigirem mudanças concretas para lutar contra as alterações climáticas.

Nobel da Paz para... Trump

O tweet de Donald Trump sobre Greta não foi a única polémica do dia. O presidente dos EUA afirmou, também, que merecia receber o Prémio Nobel da Paz por “várias coisas”, mas que ainda não foi galardoado porque o prémio não é atribuído de forma justa.

Eu acho que poderia receber o Prémio Nobel por várias coisas se eles o dessem de forma justa, que não dão”, afirmou Trump durante uma reunião com primeiro-ministro do Paquistão, Imran Khan, nas Nações Unidas.

Trump também criticou a decisão de terem entregado o Nobel da Paz a Barack Obama, em 2009.

“Deram um ao Obama”, disse Trump, afirmando que o ex-presidente “não faz ideia” porque o recebeu

“Essa era a única coisa que ele e eu concordávamos.”