A secretária de Estado norte-americana Hillary Clinton prometeu «equilíbrio» e «harmonia» na diplomacia norte-americana, após ter visitado um santuário shintoista de Tóquio, primeira etapa da sua primeira viagem pela Ásia.

Segundo a agência Lusa, Clinton sublinhou que a nova administração do presidente Barack Obama vai procurar o justo equilíbrio entre «os três «d», defesa, diplomacia e desenvolvimento».

«Pensamos que funcionam em conjunto. Se um ganhar demasiada importância em relação aos outros, a nossa política e o nosso papel no Mundo podem ficar um pouco desequilibrados», afirmou Clinton, na embaixada dos Estados Unidos, referindo-se à política da administração do ex-presidente George W. Bush, demasiado propensa a utilizar a força armada.

Mais cedo, Hillary Clinton, que reservou a sua primeira deslocação ao estrangeiro à Ásia, visitou o santuário Meiji, construído em Tóquio em honra do imperador epónimo, cujo reinado no fim do século XIX coincidiu com a abertura do Japão ao Mundo. «Discuti com o sacerdote que me falou da importância do equilíbrio e da harmonia», contou a secretária de Estado, acrescentando: «Este conceito não vale somente para os santuários religiosos, vale também para o papel dos Estados Unidos no Mundo. Devemos procurar mais equilíbrio, mais harmonia. Vamos estender a mão aos nossos amigos e aliados».