O Governo da Malásia lançou um concurso de vídeos sobre “as práticas de vida saudáveis” que oferece um prémio até mil dólares aos melhores que expliquem como “evitar a homossexualidade”, noticia a AFP.

Os vídeos deverão mostrar como “prevenir a homossexualidade, controlá-la e obter ajuda” e “os problemas e as consequências” do que o concurso qualifica de “confusão de genes”.

Os militantes dos direitos dos homossexuais condenaram de imediato a iniciativa, vendo nela o perigo de uma atitude cada vez mais hostil, num país maioritariamente muçulmano, mas durante muito tempo conhecido pela sua moderação e tolerância.

A homossexualidade é oficialmente proibida na Malásia e pode ser punida com prisão, castigos corporais ou multas.