Desde que começou, em 2011, a Guerra Civil da Síria mudou o aspeto da região e a forma como a sociedade funciona. As mulheres saíram de casa e são, agora, treinadas, militarmente, para participarem no Exército Livre da Síria.

Guevara e Um Jaafar são duas das mulheres que viram a sua vida mudar com o conflito. Guevara é hoje uma atiradora do batalhão Al Waad, motivada pela perda dos dois filhos num ataque aéreo na sua casa. Um está a receber treino militar noutro dos batalhões do Exército Livre da Síria.

Ambas são casadas com os comandantes dos batalhões onde são guerreiras. É o marido de Um Jaafar que lhe ensina a usar uma arma em situações de perigo.

A ONU estima que 70 mil pessoas já tenham morrido desde que o confronto na Síria começou. As mulheres estão a receber os treinos militares na região de Alepo, segunda maior cidade da Síria.
Redação / LP