As forças armadas da Índia e da China confrontaram-se numa breve mas agressiva escaramuça no estado fronteiriço de Sikkim, no nordeste da Índia, informou o Ministério da Defesa indiano.

“Confirmamos que ocorreu um confronto na fronteira, causado pelo comportamento agressivo das duas partes e que resultou em ferimentos ligeiros nas tropas”, afirmou o Ministério da Defesa da Índia, num comunicado.

“As tropas resolvem esses problemas mutuamente de acordo com os protocolos estabelecidos”, acrescentou o ministério, no qual também assegurava que os combates cessaram como resultado de diálogo entre as partes.

As autoridades indianas, no entanto, não esclareceram quando o incidente ocorreu.

China e Índia, que disputam territórios no Himalaia, entraram em guerra na fronteira em 1962.

As tensões territoriais entre as duas potências aumentaram em meados de 2017, quando Pequim acusou as tropas indianas de entrarem ilegalmente no seu território para fecharem uma estrada na área de fronteira de Doklam, disputada entre a China e o país vizinho do Butão, que pediu ajuda ao tradicional aliado indiano.

A crise diplomática teve um impacto muito negativo nas relações diplomáticas, levando a China a acusar a Índia de brincar “com o fogo”, o que poderia levar a uma escalada do conflito.

No entanto, o Governo indiano retirou as suas tropas no final de agosto do mesmo ano, conseguindo uma diminuição das tensões.

/ LF