A Coreia do Sul anunciou hoje que vai convocar um Conselho Nacional de Segurança após mais um lançamento de "projéteis não identificados" por parte da Coreia do Norte no mar.

As nossas tropas estão a seguir os movimentos do Norte no caso de um lançamento adicional, e estão prontas para qualquer eventualidade", sublinhou também hoje o Exército sul-coreano em comunicado.

A presidência sul-coreana anunciou que convocará um Conselho de Segurança Nacional após este novo teste de armas realizado por Pyongyang.

O lançamento destes dois projéteis não identificados integra-se numa série de ataques da Coreia do Norte ao secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo.

O responsável pela diplomacia dos EUA havia declarado anteriormente que se o líder norte-coreano Kim Jong-un não avançar para a desnuclearização, os Estados Unidos "manterão as sanções mundiais mais duras da História".

A Coreia do Norte realizou vários testes de mísseis de curto alcance nas últimas semanas para protestar contra as manobras militares conjuntas EUA-Coreia do Sul, que considera serem uma simulação de uma invasão do seu território.

As negociações bilaterais entre Washington e Pyongyang estão paralisadas desde o fracasso da segunda cimeira entre o Presidente dos EUA, Donald Trump, e o líder norte-coreano, Kim Jong-un, em Hanói, no Vietname, em fevereiro.