O ministro da Saúde da Malásia revelou este domingo que o meio-irmão do líder da Coreia do Norte morreu entre 15 e 20 minutos depois de ser envenenado com uma alta dose do químico VX, um poderoso agente nervoso. O atentado foi levado a cabo por, pelo menos duas mulheres, no aeroporto de Kuala Lumpur.

Estes são os resultados da autópsia feita a Kim Jong-nam, meio-irmão do presidente Kim Jong-un, divulgados agora pelo governante Subramaniam Sathasivam.

Os resultados da autópsia revelam que a vítima, de 45 anos, sucumbiu a uma "paralisia muito grave" e morreu “num tempo muito curto", declarou o ministro.

De acordo com o ministro malaio da Saúde, os últimos momentos de Kim Jong-nam terão sido particularmente "dolorosos". O meio-irmão do presidente norte-coreano morreu na ambulância que o transportava para uma clínica.