A Coreia do Norte lançou um míssil Scud que acabou por cair no mar, já na Zona Económica e Exclusiva do Japão.

As informações sobre o tipo de projétil são ainda escassas, mas sabe-se que percorreu uma distância de cerca de 450 quilómetros.

Segundo a agência Reuters, o míssil foi lançado a partir da zona de Wonsan, no este do país, às primeiras horas da manhã de segunda-feira (5:30, hora local, 21:10, em Lisboa).

O alerta foi dado pela Coreia do Sul que convocou de imediato Conselho de Segurança Nacional. 

O Governo do Japão já condenou fortemente este comportamento e sublinha que o lançamento representa um grande risco para aviões e navios que circulam na zona onde caiu o míssil.

O Japão não pode tolerar as repetidas provocações da Coreia do Norte. Protestamos contra a Coreia do Norte e condenamos fortemente estas ações", afirmou o porta-voz do Governo, Yoshihide Suga.

O primeiro-ministro japonês já fez saber que prepara uma resposta em articulação com os EUA.

"Como concordámos no G7, o problema da Coreia do Norte é uma prioridade para a comunidade internacional. Em colaboração com os EUA, vamos acordar uma resposta específica para parar a Coreia do Norte, afirmou Shinzo Abe.