Depois de Hillary Clinton ter anunciado a imposição de novas sanções à Coreia do Norte , os Estados Unidos e a Coreia do Sul vão iniciar exercícios militares conjuntos. Pyongyang já reagiu: «A decisão de realizar exercícios militares é um grande perigo para a região», disse um diplomata norte-coreano citado pela Reuters. E coloca a batata quente do lado dos norte-americanos, afirmando que a administração Obama deve propor condições para a retoma das negociações.

A Coreia do Sul e os Estados Unidos dizem que estes exercícios, programados a partir de 25 de Julho, têm como objectivo dissuadir a Coreia do Norte de um futuro ataque, depois de Seul culpar Pyongyang pelo naufrágio de um navio militar sul-coreano .
Redação / CF