O ídolo do K-Pop, Jung Joon-young, divulgou, esta terça-feira, uma carta pública em que confessa que filmou mulheres durante atos sexuais. Os vídeos foram divulgados sem o consentimento delas num grupo de mensagens do Kakao Talk. Na mesma carta, Joon-young diz que vai deixar o K-Pop, a indústria do entretenimento coreano, e pede desculpas às mulheres filmadas e aos fãs.

Eu escrevo-vos com vergonha e culpa. Eu, Jung Joon Young, mais uma vez percebi a gravidade desta situação depois de regressar à Coreia no dia 12 de março. Embora já seja tarde, peço desculpas através desta carta a todas as pessoas que demonstraram interesse em mim e me deram uma segunda oportunidade. Em relação ao que está a ser dito sobre mim, admito todos os meus crimes. Eu filmava mulheres sem o consentimento delas e partilhava num chat, e enquanto fazia isso, não senti o sentimento de culpa. Como figura pública, era um ato anti-ético digno de crítica e de uma atitude tão imatura. Mais do que qualquer coisa, eu ajoelho-me e peço desculpas às mulheres que aparecem nos vídeos e que souberam sobre dito quando o incidente se tornou público e às pessoas que devem estar zangadas com a situação sobre a qual não podem conter a decepção e espanto. Retiro-me de todos os programas que aparecia e suspendo todas as atividades na indústria do entretenimento", diz Jung Joon-young na carta.

Jung é investigado pela Agência da Polícia Metropolitana de Seul por ter divulgado vídeos de pelo menos 10 mulheres entre 2015 e 2016 no chat. De acordo com as autoridades coreanas, os vídeos gravados ilegalmente pelo coreano violam a Lei de Casos Especiais Relativos à Punição de Crimes Sexuais. Joon-young deve ser interrogado pela polícia na próxima quinta-feira.

Como artista, Joon-young ficou conhecido no país depois de participar no famoso programa de televisão “2 Days and 1 Night”. Além de cantor é compositor, DJ, apresentador de televisão e ator. 

De acordo com a BBC, o caso foi descoberto quando a Polícia Coreana investigava o outro ídolo do K-Pop, Seungri, sobre o envolvimento num escândalo de prostituição. Seungri era um dos membros do grupo em que foram partilhados os vídeos.. 

O caso Seungri

Este é o segundo caso de um artista que se desliga da indústria do K-Pop por causa de um escândalo sexual. Na segunda-feira, Seungri  anunciou saída da indústria, depois de ser suspeito de violar as leis sobre prostituição na Coreia do Sul

Lee-Seung Hyun, o nome registado de Seungri, foi interrogado em fevereiro pelas autoridades coreanas. É suspeito de oferecer prostitutas a possíveis investidores de uma empresa que detém, a Yuri Holdings, que controla os restaurantes e negócios de entretenimento em seu nome. O caso foi divulgado nos media locais.

Seungri é um dos integrantes da Big Bang, uma das boybands mais famosas do país, que vendeu mais de 140 milhões de discos. 

Na semana passada começou a circular na internet uma petição que pedia para Seungri se afastar da Big Bang, pelos “danos irrecuperáveis que causou à reputação do grupo”, de acordo com o texto divulgado. 

Na segunda-feira,acabou por anunciar a saída através do Instagram.  

Estou acusado como um traidor da nação, e não posso suportar que aqueles que me rodeiem sejam afetados para que eu possa sobreviver. Agradeço a todos os fãs da Coreia pelo amor ao longo dos últimos 10 anos. Para o bem da YG e pela honra do Big Bang, é melhor parar por aqui. Fico grato por todo este tempo", escreveu Seungri. 

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

승리입니다 제가 이시점에서 연예계를 은퇴를하는것이 좋을거같습니다. 사회적 물의를 일으킨 사안이 너무나 커 연예계 은퇴를 결심했습니다 수사중인 사안에 있어서는 성실하게 조사를 받아 쌓인 모든 의혹을 밝히도록 하겠습니다. 지난 한달반동안 국민들로부터 질타받고 미움받고 지금 국내 모든 수사기관들이 저를 조사하고 있는 상황에서 국민역적 으로까지 몰리는 상황인데 저 하나 살자고 주변 모두에게 피해주는일은 도저히 제스스로가 용납이 안됩니다 지난 10여 년간 많은 사랑을 베풀어준 국내외 많은 팬분들께 모든 진심을 다해 감사드리며 와이지와 빅뱅 명예를 위해서라도 저는 여기까지인거같습니다 다시한번 죄송하고 또 죄송합니다 그동안 모든분들께 감사했습니다

Uma publicação partilhada por @ seungriseyo a

 

Indústria do K-Pop

A YG Entertainment, agência que tinha contrato com os dois artistas, divulgou, esta quarta-feira, que rescindiu o contrato com ambos.

A indústria do entretenimento coreana tenta manter uma imagem de honestidade, decência e integridade dos artistas do K-Pop. O escândalo sexual envolvendo os chats de conversas e os ídolos do estilo vêm abalar essa imagem.

Na terça-feira as ações da YG Entertainment caíram 15,3% na bolsa coreana.