Oitenta e três cidadãos britânicos e outros 27 cidadãos europeus que estavam em Wuhan, na China, chegaram esta sexta-feira ao Reino Unido, a bordo de um avião da companhia aérea Wamos Air. O aparelho foi fretado propositadamente para este transporte.

O Boeing 747 aterrou numa base aérea em Oxfordshire, a oeste de Londres. 

Os cidadãos britânicos foram transportados para o Hospital Arrowe Park em Wirral, onde vão estar em quarentena por duas semanas. Durante este período, vão ser monitorizados e tratados caso desenvolvam sintomas do novo coronavírus. 

O pessoal médico britânico que esteve a bordo do aparelho também vai ser colocado em quarentena, mas numas instalações diferentes. 

Os outros 27 cidadãos europeus que também vinham no aparelho vão seguir para Espanha e depois para os respetivos países.

Este voo aconteceu no mesmo dia em que o Departamento de Saúde britânico confirmou que foram registados os primeiros dois casos de coronavírus no Reino Unido. Tratam-se de dois membros da mesma família e estão a receber cuidados no Serviço Nacional de Saúde do país. Não foram divulgados detalhes sobre a identidade dos doentes ou sobre o local onde estão hospitalizados.

O surto do novo coronavírus começou em dezembro na cidade de Wuhan, capital da província de Hubei, no centro da China.

A China informou esta sexta-feira que o número de mortos subiu para 258 e o de pessoas infetadas para 9.692. Representam mais 43 mortos e quase mais dois mil casos de infeção em relação aos últimos dados avançados pelas autoridades chinesas.

Na quinta-feira a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou emergência de saúde pública internacional, num momento em que a epidemia se espalhou para mais de 20 países.

Sofia Santana