Um surto de covid-19 no aeroporto Internacional de Nanjing Lukou, na cidade chinesa de Nanjing, já está ser considerado pelos meios de comunicação locais “o pior surto desde Wuhan”.

Um voo com origem na Rússia e com destino a Nanjing, na China, tinha a bordo um passageiro infetado com a variante Delta, o que só veio a descobrir-se depois dos primeiros casos que foram detetados nos funcionários de limpeza do avião.

Depois de terem completado o trabalho, por não terem cumprido os padrões de limpeza e medidas de proteção, é possível que alguns trabalhadores tenham sido infetados, fazendo com que o vírus se espalhasse entre os membros da equipa de limpeza”, relatou Ding Jie, vice-diretor do centro de controlo e prevenção de doença de Nanjing, citado pela agência de notícias Reuters.

Desde que o vírus foi detetado pela primeira vez no aeroporto, a 20 de julho, quase 200 pessoas foram infetadas, das quais sete se encontram em estado crítico.

Todos os voos a partir do aeroporto de Nanjing estão suspensos até 11 de agosto.

Para prevenir que o coronavírus se espalhe, todos os 9,3 milhões de residentes da cidade, incluindo os visitantes, serão testados, segundo a agência estatal Xinhua News.

Nas redes sociais, circulam várias fotografias das longas filas para fazer teste da covid-19.

Foto: AP
/ IC