Entre quarta-feira e hoje (quinta-feira), 100 pessoas infetadas com o novo coronavírus morreram no estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos, elevando, assim, para 385 o número de óbitos declarados desde o início do surto, só naquela região. A informação foi confirmada pelo governador, na habitual conferência de imprensa diária.

Andrew Cuomo defende que o crescimento elevado no número de mortos se deve, em parte, ao facto de as pessoas mais velhas e debilitadas estarem ventiladas, em alguns casos, há mais de 20 dias.

Porém, não foram apenas as mortes que aumentaram de forma notória, o número de pacientes hospitalizados também subiu 40%, o maior crescimento registado nos últimos dias. Neste momento, em Nova Iorque, existem 5.237 pessoas hospitalizadas, 1.290 nos cuidados intensivos.

Ao todo, o estado contabiliza 37.258 casos de infeção pelo novo coronavírus, mais 6.400 em relação a ontem (quarta-feira) e praticamente metade do número total de casos em todos os Estados Unidos. Só na cidade de Nova Iorque estão confirmados 21 mil testes positivos à Covid-19.

O governador garantiu que o estado vai construir um hospital provisório, com pelo menos mil camas, em cada um dos cinco bairros de Nova Iorque, e em cada condado vizinho, para fazer face ao aumento do fluxo de pacientes esperado para os próximos dias.

Emanuel Monteiro