A Aência Espanhola de Medicamentos e Produtos Sanitários (AEMPS) autorizou esta quarta-feira a realização do primeiro ensaio clínico da fase três de uma vacina contra a covid-19. Trata-se do produto da companhia Janssen, pertencente à multinacional Johnson & Johnson. A confirmação partiu do Ministério da Saúde.

Este é o primeiro ensaio de fase três autorizado em Espanha, e o objetivo é avaliar a eficácia e segurança da vacina, que também será testada em outros oito países. Ao todo, vão ser recrutados 30 mil voluntários para a última fase.

Em Espanha serão administradas duas doses da vacina em nove hospitais do país. Cabe agora às unidades hospitalares encontrarem voluntários que se apliquem aos critérios definidos pela farmacêutica.

Além de Espanha, os outros países que vão participar no ensaio clínico são a Bélgica, Colômbia, França, Alemanha, Filipinas, África do Sul, Reino Unido e Estados Unidos.

Ao início vão ser vacinados voluntários sem quaisquer doenças que tornem uma potencial infeção por covid-19 mais grave.

Segundo o Ministério da Saúde espanhol, trata-se de um ensaio multinacional que também inclui a administração de um placebo por parte de alguns dos participantes.

Passada uma primeira fase do ensaio, está previsto que se incluam progressivamente doentes de grupos considerados de risco em relação ao novo coronavírus.

Os critérios definem que 20% dos participantes devem ter menos de 40 anos, sendo que outros 30% devem ser maiores de 60 anos.

A vacina da Janssen entra na fase final do ensaio depois de já terem sido detetadas altas percentagens de eficácia nas vacinas desenvolvidas pela Pfizer e pela Moderna.

António Guimarães