A França registou esta sexta-feira o primeiro caso de infeção com a nova variante do vírus da covid-19 que apareceu no Reino Unido, anunciou o Ministério da Saúde francês.

Segundo as autoridades de saúde francesas, citadas pela agência AFP, o caso foi detetado na cidade de Tours (centro de França) num cidadão francês que reside no Reino Unido e que se encontra assintomático e isolado em casa.

O Ministério da Saúde adianta ainda que este cidadão chegou de Londres no dia 19 dezembro e que após realização de um teste, no dia 21, testou positivo, sendo o primeiro caso de infeção com a variante “VOC 202012/01” do vírus covid-19 detetado em França.

Segundo a mesma fonte, esta informação foi confirmada pelo Centro Nacional de Referência dos Vírus de Infeção Respiratória (NRC).

As autoridades de saúde realizaram rastreios de contacto aos profissionais de saúde que atenderam este paciente e aos contactos mais próximos para levar a cabo o seu isolamento profilático”, refere o Ministério da Saúde francês.

A mesma fonte acrescenta que, além deste caso, estão a ser analisadas nos laboratórios outras amostras positivas suspeitas de serem a variante do “VOC 202012/01”.

Casos semelhantes a este já foram detetados na Alemanha, numa mulher que chegou de avião proveniente do Reino Unido, e no Líbano, também num passageiro proveniente daquele país europeu.

As autoridades britânicas alertaram, no sábado, a Organização Mundial da Saúde sobre a descoberta de uma nova variante do SARS-CoV-2, que é mais facilmente transmissível, embora não haja provas de que seja mais letal ou que possa ter impacto na eficácia das vacinas desenvolvidas.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.743.187 mortos resultantes de mais de 79,3 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

. / Publicada por MM