A França ultrapassou a barreira de 10.000 novos casos em 24 horas, um recorde desde o lançamento de testes em grande escala no país, segundo os dados divulgados pelas autoridades francesas.

O número exato de casos confirmados nas últimas 24 horas é de 10.561, contra os 9.406 de sexta-feira, sendo que a taxa de positividade dos testes permanece estável nos 5,4%.

Nas últimas 24 horas, há ainda a registar a morte de 17 pessoas nos hospitais devido à covid-19.

Os pacientes internados em Unidades de Cuidados Intensivos também aumentou, com 417 novos pacientes hospitalizados nos últimos sete dias, dos quais 28 foram nas últimas 24 horas.

No total, 30.910 pessoas morreram de covid-19 desde o início da pandemia em França, há seis meses, e foram feitos 10 milhões de testes.

Diante de uma “manifesta degradação” da situação, o primeiro-ministro, Jean Castex, anunciou na sexta-feira uma redução do período de isolamento para sete dias para casos positivos e os seus contactos.

A pandemia de covid-19 já provocou pelo menos 916.372 mortos e mais de 28,5 milhões de casos de infeção em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

/ Publicado por MM