O número de mortes registado esta terça-feira em Itália foi de 837, com o país a ultrapassar o total de 12.000 vítimas mortais (são agora 12.428). Segundo a Proteção Civil italiana, o número de novos casos subiu em 4.053. O total de casos confirmados é agora de 105.792.

O total de recuperados é agora de 15.729, mais 1.109 nas últimas 24 horas, mas 4.023 pacientes estão internados em unidades de cuidados intensivos. Existem atualmente 77.635 com o novo coronavírus ativo.

Em conferência de imprensa, o presidente do Instituto Superior de Saúde, Silvio Brusaferro, afirmou que Itália chegou ao pico da pandemia, o que não significa que a luta terminou.

Chegamos ao pico, e agora temos de começar a descer, e a descida começa com a aplicação das medidas certas", referiu.

Itália continua a ser o país mais afetado pelo novo coronavírus. Os Estados Unidos têm mais casos, mas é em Itália que se registam mais óbitos.

/ AG