Em Itália, o número de mortes por Covid-19 aumentou para 33.475, mais 60 óbitos nas últimas 24 horas.

O número de novos mortos continua a diminuir de dia para dia, neste que foi um dos países europeus mais afetados pela pandemia. No domingo, tinham sido registadas 75 vítimas mortais.

A Proteção Civil italiana revelou ainda que o número de casos subiu para 233.917, há mais 178 pessoas infetadas pelo novo coronavírus. Um aumento inferior ao de domingo, quando se registaram mais 355 casos positivos.

Há a registar também um aumento do número de pacientes recuperados. Nas últimas 24 horas, 158.355 doentes tiveram alta, mais 848 do que na atualização anterior.

Destes novos casos, a região da Lombardia (norte do país) continua a concentrar as preocupações das autoridades italianas, ao representar quase um terço dos novos contágios.

Apesar da tendência descendente dos números em Itália, existem ainda 6.099 pacientes infetados com Covid-19 hospitalizados, dos quais 424 estão nos cuidados intensivos.

Na região da Lombardia, o número de mortes diárias continua a diminuir. Nas últimas 24 horas, registaram-se mais 19 óbitos, menos quatro do que no dia anterior, totalizando 16.131 vítimas mortais.

Relativamente ao número de novos casos, a Lombardia soma agora 89.018 infetados com Covid-19, mais 50 desde a última atualização dos dados. No entanto, há já 52.026, doentes recuperados, um acréscimo de 166, nas últimas 24 horas.

Itália, um dos países europeus mais afetados pela atual pandemia, iniciou uma retoma gradual de algumas atividades económicas, a quatro de maio, após mais de dois meses de confinamento.

Desde que o novo coronavírus foi detetado na China, em dezembro do ano passado, a pandemia da doença covid-19 já provocou mais de 372 mil mortos e infetou mais de 6,1 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço da agência de notícias France-Presse (AFP).

Mais de 2,5 milhões de doentes foram considerados curados.

Nuno Mandeiro