O primeiro caso conhecido em Nova Iorque, nos Estados Unidos, da nova variante do virus que provoca a covid-19, foi detetado no norte do estado.

O governador do estado, Andrew Cuomo, informou esta segunda-feira que um homem com cerca de 60 anos fez um teste com resultado positivo para a variante do novo coronavírus, que provoca a covid-19, mais contagiosa do que as variantes anteriores.

Segundo o governador, o homem, que trabalha numa joalharia em Saratoga Springs - localidade situada 300 quilómetros a norte da cidade de Nova Iorque - manifestava sintomas de covid-19, mas está "a recuperar".

Três outras pessoas ligadas à joalharia testaram positivo para o SARS-CoV-2, vírus da covid-19, mas Cuomo disse que é desconhecido se têm a variante. Qualquer pessoa que tenha estado na loja entre 18 e 24 de dezembro é instada a ser testada.

O governador acrescentou que o laboratório estatal de Wadsworth pode testar a variante em 40 horas e referiu que os Centros de Controlo e Prevenção de Doenças dos EUA levam duas semanas.

Cuomo frisou que o estado de Nova Iorque realizou até agora cerca de cinco mil testes para a variante e advertiu que a nova estirpe pode originar mais infeções e hospitalizações.

Penso que deve estar mais disseminado do que aquilo que conhecemos", salientou Cuomo.

/ AG