O número de casos de covid-19 caiu 95% entre janeiro e fevereiro nos lares de terceira idade em Espanha após o início da segunda dose da vacina, segundo um estudo publicado por um organismo público.

Os lares de idosos, muito atingidos há um ano durante a primeira vaga da epidemia, registaram 4.439 casos de covid-19 entre 18 e 24 de janeiro último e apenas 215 entre 15 e 21 de fevereiro de 2021, de acordo com um relatório do Instituto de Maiores e Serviços Sociais (Imserso), uma agência governamental espanhola, publicado na terça-feira à noite.

Por outro lado, o número de mortes confirmadas de covid-19 caiu 77% durante o mesmo período nos lares espanhóis para a terceira idade, de 673 para 157.

Esta queda acentuada no número de casos e de mortes em lares de idosos coincide com o início da administração da segunda dose de vacina, em meados de janeiro.

A campanha de vacinação começou no final de dezembro em Espanha para os residentes e profissionais dos lares de idosos.

A vacinação está atualmente a decorrer num contexto de declínio global acentuado do número de casos no país, onde as restrições sanitárias mais apertadas nas últimas semanas ajudaram a travar a terceira vaga da pandemia.

No relatório divulgado, o governo também estima em 29.408 o número de mortes com covid-19, nos lares de idosos, confirmados por um teste ou por suspeitas, o que acontece pela primeira vez desde o início da pandemia.

Mais de 1,2 milhões de pessoas em Espanha já receberam as duas injeções de uma vacina contra a covid-19 e o governo do socialista Pedro Sánchez tem por objetivo vacinar 70% dos 47 milhões de pessoas até ao final do verão.

De acordo com os números divulgados na terça-feira pelo Ministério da Saúde espanhol, desde o início da pandemia houve mais de 3,1 milhões de pessoas contagiadas e quase 70 mil mortes provocadas pela covid-19 no país.

/ AG