A pandemia de Covid-19 já matou mais de 100.000 pessoas em todo o mundo. O balanço foi divulgado esta sexta-feira ao final da tarde pela agência France Press.

De acordo com os dados recolhidos pela agência noticiosa junto de fontes oficiais, e divulgados às 18:30 (hora de Lisboa), 100.661 pessoas morreram por causa do novo coronavírus, 70% (70.245) das quais na Europa.

Itália é o país com mais mortos contabilizados (18.849), seguindo-se os Estados Unidos (17.925), Espanha (15.843) e França (13.197).

Segundo a France Press, foram confirmados 1.650.651 casos de infecção em todo o mundo, sobretudo na Europa (857.233 casos) e nos Estados Unidos, com mais de 475 mil pessoas infetadas.

A AFP alerta, contudo, que o número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de infeções, já que um grande número de países está agora a testar apenas os casos que requerem atendimento hospitalar.

Em Portugal, segundo o balanço feito esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde, registaram-se 435 mortos, mais 29 do que na véspera (+6,4%), e 15.472 casos de infeções confirmadas, o que representa um aumento de 1.516 em relação a quarta-feira (+10,9%).

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de 19 de março e até ao final do dia 17 de abril.

/ Publicado por Sofia Santana