Os autarcas italianos estão à beira de um ataque de nervos com a fuga à quarentena naquele que é o país com mais mortes por Covid-19.

E há imagens a prová-lo, imagens essas que já se tornaram virais e chegaram, inclusive, ao outro lado do Atlântico, onde foram divulgadas pelo The New York Times.

A culpa é de um utilizador do Twitter, @protectheflames, que partilhou duas compilações de vídeos realizados pelos próprios autarcas, para chamarem a atenção da população e, em alguns casos, fazerem ameaças. 

Foi o caso do governador da região da Campânia, cuja capital é Nápoles.

"Soube que há quem queira preparar festas de finalistas. Pois mandarei a polícia e lança-chamas", ameaçou Vincenzo De Luca.

"Eu vou apanhá-los. Sou o presidente da câmara e na minha terra ninguém passeia. Ai não posso proibir-vos de saírem de casa? Pois serão banidos de entrar em qualquer espaço público!", prometeu Cateno De Luca, autarca de Messina.

"Mas onde é que vocês e os vossos cães pensam que vão? Há cães que já têm a próstata inflamada!", sublinhou Antonio Decaro, autarca de Bari, referindo-se a um dos motivos para os italianos andarem na rua, a desculpa de terem de passear os cães.

"Não podem jogar pingue-pongue na rua, vão para casa jogar videojogos. querem que soletre? Vão para casa!", pediu o autarca de Gualdo Tadino, Massimiliano Presciutti, que andou pelas ruas a mandar as pessoas embora.

"Há cabeleireiros que estão a ser chamados a casas. Mas para que é isso? Vocês sabem que os caixões vão fechados?!!! Quem é que é suposto ver-vos mortos, com os vossos cabelos penteados no caixão?", criticou Antonio Tutolo, autarca de Lucera.

"Encontrei um popular a fazer jogging, acompanhado de um cão, que estava visivelmente arrasado. Parei-o e disse-lhe: 'olha que isto não é um filme e tu não és o Will Smith em Eu sou a Lenda, tens de ir para casa", contou Giuseppe Falcomatà, autarca de Régio da Calábria.

Os primeiros vídeos foram um sucesso tal, que o utilizador @protectheflames reuniu mais alguns.

"Parem de usar a desculpa dos cães para irem à rua. Os cães estão cansados. CAN-SA-DOS! Outra coisa que me deixa louca, LOUCA, são as pessoas que vão às escondidas ao cabeleireiro ou à esteticista. Vão morrer bem penteados e depilados, mas vão morrer!", avisou Morena Martini, autarca de Rossano Veneto.

"Estão sempre a ligar-me a perguntar se podem ir correr, porque estão stressados. Eu corro há cerca de 20 anos e em Adelia há no máximo 20 corredores. E agora são todos maratonistas?!!! Mas para onde querem ir correr, se a última vez que fizeram exercício foi quando andavam na escola?", perguntou Gianfilippo Bancheri, autarca de Adelia.

 
 
   
/ CM